Amplo leque da área da saúde em defesa da vida e da democracia

Um evento na manhã desta terça-feira (18) reuniu diversos setores da sociedade em torno da defesa da vida, da democracia e em apoio à chapa Lula/Alckmin nestas eleições. A presença de um amplo leque de entidades da área da saúde e de diversos profissionais e autoridades reafirmou o compromisso em defesa do Sistema Único de Saúde e da saúde.

O que se viu foi uma poderosa capacidade de amplitude reunindo os mais diversos setores da sociedade em torno da defesa da vida da democracia e daquilo que o povo brasileiro foi capaz de construir e que vem sendo destruído sistemática e rapidamente pelo atual governo. 

O presidente da Federação Nacional dos Farmacêuticos (Fenafar), Fábio Basílio, que participou da atividade em São Paulo, disse que o encontro de diversos profissionais de saúde com o candidato a vice-presidente, Geraldo Alckmin, “serviu para reafirmar o compromisso da Saúde com Lula e o compromisso do Lula com o SUS e com a saúde pública do Brasil.”

“As falas de todos os presentes foram muito contundentes, sempre reafirmando a importância da Saúde, da Ciência e Tecnologia, do Instituto Butantan, da Fiocruz, do Complexo Industrial Nacional inseridos nesse processo de garantia da soberania nacional.” concluiu.

Além do presidente da Fenafar, participaram da atividade os diretores Ronald Ferreira dos Santos e Renata Gonçalves Pereira, presidenta do Sindicato dos Farmacêuticos de São Paulo, e o Professor Jorge Bermudez, que representa a Fiocruz no Projeto Integra.

O candidato a vice-presidente Geraldo Alckmin, criticou a condução da pandemia pelo atual governo no que chamou de ativismo anti-vacina. Segundo ele, isso representa um retrocesso na cobertura vacinal. “O resultado está aí: caiu a vacinação da poliomielite da BCG, é uma irresponsabilidade absurda” 

O médico Dráuzio Varella afirmou que durante a pandemia, Bolsonaro não foi um negacionista, mas “um ativista para a disseminação do vírus, e nós não podemos compactuar com a desorganização que foi feita na saúde”

Foi um momento de reafirmar uma aliança muito ampla para além dos trabalhadores do SUS. Durante a atividade foi possível constatar de forma muito ampla e com uma representatividade gigante a importância deste momento da vida nacional.

Entre os presentes, estavam Rubens Belford, ex-presidente da Academia Nacional de Medicina; Arthur Chioro, ex-ministro da Saúde; Alexandre Padilha, ex-ministro da Saúde; Eliene Etel Fonseca, da Rede Nacional de Médicos Populares e Albertina Duarte Takiuti, Coordenadora do Programa de Adolescente do Estado de São Paulo

Presentes também, importantes setores da indústria nacional; da representação do Sindicato da Indústria Farmacêutica de São Paulo (Sindusfarma); da Associação Brasileira de Equipamentos e Insumos de Saúde; do Sindicato dos Hospitais de São Paulo. Foi uma atividade muito potente em defesa da saúde.

Na oportunidade os materiais produzidos pelo Projeto Integra até o momento foram entregues ao candidato Alckmin, assim como a Carta do Rio de Janeiro e que apresenta uma agenda para a integração das políticas de Assistência Farmacêutica, de Vigilância em Saúde e de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde para um projeto nacional de desenvolvimento na próxima década.

O documento foi construído com base em todos os debates durante o 9° Simpósio Nacional de Ciência, Tecnologia e Assistência Farmacêutica realizado na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *