Sinfar-SP oficia COVISA, CRF-SP e Fundação do ABC

O Sinfar-SP oficiou nesta quarta-feira (14) o Conselho Regional de Farmácia de São Paulo, A Comissão de Vigilância em Saúde de Santo André, a Comissão de Vigilância em Saúde de Mauá e a Fundação do ABC (FUABC), sobre a falta de condições de trabalho e dos pagamentos do 13º salário e saldo salarial de farmacêuticos da Fundação. A Fundação do ABC é responsável pela administração de UPA’s, UBS’s e hospitais de Mauá e Santo André.

 

O Sinfar-SP havia enviado um ofício agendando uma reunião com a Fundação para cobrar um cronograma de regularização da situação no dia 08 de dezembro. A Fundação ABC, no entanto, não compareceu à reunião.

Denúncias apontam para a falta de medicamentos e condições para dispensação farmacêutica, além da insegurança e de mais condições que impossibilitam o trabalho dos profissionais. “É fato que neste cenário os farmacêuticos não encontram condições mínimas para o desenvolvimento de suas atividades”, como consta no ofício enviado às partes envolvidas.

Em nota para os funcionários, a FUABC afirma que os atrasos ocorrem devido à falta dos repasses do município de Santo André. No dia 02 de dezembro, funcionários que atuam na Fundação em Mauá decretaram estado de greve, conforme matéria publicada no Repórter Diário.

O Sinfar-SP continua acompanhando as denúncias e procurando soluções jurídicas para que os problemas sejam solucionados.  

Fonte: Sinfar-sp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.