PE: Mediação com Sindhospe não chega a consenso e vai para nova audiência

A audiência de Mediação com o Sindhospe, realizada na manhã desta terça-feira, 11, não chegou novamente a um consenso com o Sinfarpe e o Sinbio-PE. O desfecho seguirá para uma terceira reunião, no dia 17 de novembro, às 10 horas, na Procuradoria Regional do Trabalho, localizada na Rua Quarenta e Oito, 149, bairro do Espinheiro.

 

A primeira audiência estava marcada para o dia 29 de setembro, mas foi adiada para 11 de outubro porque a advogada do sindicato patronal, Solange Bezerra, alegou não ter lido os autos. Mesmo com o adiamento, os três sindicatos se reuniram e conversaram sobre a pauta da Convenção Coletiva de Trabalho 2016-2017 dos farmacêuticos e biomédicos que atuam na rede hospitalar de Pernambuco.

Na ocasião, a presidente do Sinfarpe, Veridiana Ribeiro, adiantou que as duas categorias (farmacêuticos e biomédicos) não abririam mão do reajuste salarial de acordo com o INPC (9,82%) e pediu ainda que a entidade patronal corrigisse o texto das 132 horas para evitar “má interpretação” sobre os plantões extras. Foi reivindicado ainda a reavaliação dos itens: valor do auxílio creche; retirada da questão da diferenciação dos níveis de acordo com número de profissionais de nível superior, mantendo todos no nível 3; e a gratificação por títulos.

Apesar do prazo, nenhuma contraproposta apresentada pelos patrões atendeu à pauta. O valor apresentado para o auxílio creche foi de R$ 45 reais. Os sindicatos pedem R$ 100,00. Em relação à gratificação por titularidade os patrões não aceitaram a proposta, sob a justificativa de que os hospitais não precisam de profissionais com titulação extra para exercer suas funções. Sobre a redação do plantão 12×60, a advogada do Sindhospe disse que os patrões mudaram o texto, mas não mostrou o documento aos sindicatos e ficou de encaminhá-lo ao Sinfarpe esta semana. Quanto ao reajuste salarial, o patronato ofereceu 8,5%. As entidades representantes dos profissionais insistem em 9,82%, que é o equivalente ao índice inflacionário.

ASSEMBLEIA

Tudo o que foi discutido na audiência de Mediação será levado para a categoria em uma assembleia, a ser realizada ainda este mês. “Vamos deliberar com os profissionais quais os encaminhamentos que devemos definir a partir da postura dos patrões”, salientou Veridiana.

Fonte: Sinfarpe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.