MA: Diretoria do sindicato cobra melhorias para os trabalhadores da FTB

No último dia 10, na sede do Sindicato dos Farmacêuticos do Maranhão, aconteceu reunião com representante da rede de farmácias FTB para solicitar esclarecimentos sobre denúncias e reclamações feitas pelos trabalhadores da rede relacionadas à questões trabalhistas e descumprimento de cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho vigente.

 

Estiveram presentes na reunião o presidente do sindicato, Carlos Toledo, o vice-presidente Raiflan Matias, Gemma Galgani, diretora Secretária e o assessor jurídico Arnaldo Vieira. Representando a rede de drogarias FTB participaram Evânio Cavalcante (Diretor Regional), Josemir da Silva (Coordenador) e Diego Sodré (Advogado).

Foram pontuadas as seguintes reclamações e denúncias registradas através do canal de denúncias no site do SINFARMA e através da Blitz SINFARMA que visitou vários estabelecimentos na cidade de São Luis e Imperatiz, Maranhão: uso indevido de senhas de acesso ao SNGPC (Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados) dos farmacêuticos responsáveis técnicos, por farmacêuticos feristas e/ou substitutos; não pagamento do adicional de responsabilidade técnica aos feristas e/ou substitutos quando em substituição aos farmacêuticos titulares; padronização do pagamento de comissionamento sobre a venda de medicamentos; descontos indevidos de perdas e avarias de inventários de medicamentos sobre a remuneração dos trabalhadores; assédio moral sobre os trabalhadores para cumprimento de metas de venda; ausência de comprovantes de pagamento e depósito de proventos; desvio de função dos farmacêuticos e assédio moral dos gerentes para atingimento de metas e limpeza dos estabelecimentos; ausência de mesas, cadeiras e pontos de computador com internet para a devida escrituração no SNGPC; ausência de fornecimento de uniformes aos farmacêuticos; falta de treinamento para os farmacêuticos egressos na empresa, assim como falta de reciclagem profissional promovida pela empresa; descumprimento do direito de intervalo de 15 minutos intrajornada.

Além das reclamações descritas, os farmacêuticos relataram as seguintes reivindicações de melhorias: fornecimento de ticket alimentação; fornecimento de auxílio transporte; aumento do percentual de gratificação de responsabilidade técnica. Os representantes da empresa declararam que estão dispostos a cumprir a pauta de reivindicação dos trabalhadores no que diz respeito ao pleno cumprimento da CCT, porém descartaram a possibilidade de Acordo Coletivo de Trabalho visando aumento salarial.

O SINFARMA solicitou ainda que fosse respondida a notificação requerendo o fornecimento das cópias de contrato dos trabalhadores da rede, assim como os comprovantes de depósito das respectivas contribuições sindicais.

Da redação com informações do Sinfarma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *