Escolhida a Junta Governativa que vai reorganizar o Sindicato dos farmacêuticos do Maranhão

Os profissionais farmacêuticos maranhenses compareceram em grande número na assembleia geral realizada na quarta-feira (05/10) com o objetivo de reorganizar o Sindicato dos Farmacêuticos do Maranhão (Sinfarma). Cerca de 120 pessoas, 90 profissionais e 30 estudantes atenderam o chamado para ajudar a reformular o Sindicato daquele Estado.

Convocada pela Federação Nacional dos Farmacêuticos (Fenafar), a assembleia foi conduzida pelo Presidente da Fenafar, Fábio Basílio e pelo 1º vice-presidente André Nunes Cavalcante. A reunião deliberou pela formação de uma Junta Governativa que terá a responsabilidade de, nos próximos seis meses, conduzir a entidade e realizar eleições para escolha da diretoria definitiva.

A Junta Governativa escolhida é composta por três farmacêuticas que assumiram o compromisso de conduzir o sindicato nesse período de transição: Luciana Abreu Silva de Freitas, foi escolhida a presidenta, Renatta Belfort de Souza Calvet, a tesoureira, e Karlla Régia Baima e Silva, a secretária geral.

O presidente da Fenafar, Fábio Basílio, destacou que foram os próprios farmacêuticos do Maranhão que procuraram a Fenafar, apresentando a demanda. “Atendemos o chamado da categoria, convocamos a assembleia, reunimos os colegas e deliberamos pela reabertura da entidade.” disse. 

Fábio participou da assembleia presencial realizada no auditório da Faculdade Florence em São Luís no Maranhão. “Foi uma assembleia participativa com a presença de 90 profissionais decididos a transformar a realidade e reorganizar o Sinfarma que é sindicato muito importante para a Fenafar e para todos os farmacêuticos brasileiros.” destacou.

A partir de agora a junta governativa vai trabalhar para reestruturar administrativamente o Sindicato, elaborar um novo quadro de associados, reformar o Estatuto e convocar a eleição da diretoria definitiva.

Josemar Sehnem – Redação Fenafar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *