Sindicato dos Farmacêuticos da Paraíba negocia com Sindifarma JP

Na última sexta-feira (21), foi realizada no auditório do CRF PB, a última assembléia geral extraordinária para avaliar a proposta do Sindifarma JP repassada na mesa de negociação anterior a mesma. O percentual de reajuste de 10% ficou mantido e não foi aceito o valor diferenciado para o trabalho aos domingos, como também a proposta para a extensão dos vales para outro carga horária e outros pontos foi decidido o encaminhamento para Dissídio Coletivo de Trabalho. Logo após à assembléia tivemos a mesa de conciliação com o Sindifarma JP, e nesta foi colocado em Ata que ambos os sindicatos concordam com a homologação do Dissídio Coletivo de Trabalho.

 

Este momento é histórico e de união de toda a categoria, pois juntos somos mais fortes e nunca houve decisão das negociações coletivas de trabalho entre o Sindicato dos Farmacêuticos do Estado da Paraíba (SIFEP) e o Sindifarma João Pessoa no pleno do TRT PB. A categoria em assembléias com numero de participação contundente decidiu que o SIFEP está autorizado a dar entrada no instrumento do Dissídio.

O próximo passo será montar a peça jurídica e dar entrada no processo de Dissídio no TRT e aguardar o agendamento da audiência de Conciliação , nessa audiência um conciliador tentará que os sindicatos entrem em acordo com relação aos pontos divergentes, porem se caso não obtiver sucesso o processo irá para sentença, ou seja, o juiz vai decidir sobre todos os pedidos da peça jurídica inicial.

O Presidente do SIFEP, Sérgio Luis, falou sobre a importância das negociações realizadas pelo Sindicato. “Este ano, tivemos um trabalho muito participativo e com muita força em prol da categoria, que vem demonstrando a importância do sindicato nas assembléias e nas mesas de discussões. Então, entendemos que o processo é mais demorado, e de certa forma mais trabalhoso, mas está se mostrando que negociar, de forma isolada, era o melhor jeito para se discutir”, explicou.

Fonte: Sifep

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *