; FENAFAR:: Federação nacional dos Farmacêuticos - Fenafar

Sidebar

04
Sáb, Jul
20 Novos artigos

Notícias por Categorias

A Câmara de Vereadores de Cariacica aprovou nesta segunda feira, 22/06/20, a redução da jornada de trabalho de 40 para 30 horas para os farmacêuticos, enfermeiros, nutricionistas e psicólogos.

No dia 23 de junho de 2020, a Escola Nacional dos Farmacêuticos realizou a reunião da Coordenação Colegiada, que teve como pauta o posicionamento da escola diante das diversas resoluções e portarias emitidas tanto pelo Ministério da Saúdo como da Educação que envolve diretamente os estudantes e cursos de graduação em saúde.

O Dia “V” defende a vida, a saúde e o SUS, a solidariedade, o meio ambiente, a democracia, a ciência e a educação.

Todos os seus dispositivos são nocivos a quem trabalha e a quem emprega. Não há previsão de renda mínima, garantia de emprego ou mecanismos de proteção à saúde. Leia o artigo de Valdete Souto Severo

A Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira (29/04) o Projeto de Lei nº 1409/20 que obriga autoridades sanitárias a tomar medidas para garantir a saúde dos profissionais considerados essenciais ao combate do coronavírus no Brasil. A deputada Alice Portugal (PCdoB/BA) conseguiu incluir na lista desses profissionais os farmacêuticos, os farmacêuticos bioquímicos, além de técnicos em farmácia e de laboratório e outros profissionais que atuam nas farmácias e nas análises clínicas.

Tramita no Congresso Nacional a Medida Provisória (MP) nº 936 que institui o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e dispõe sobre medidas trabalhistas complementares para enfrentamento do estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus, de que trata a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, e dá outras providências.

Motivada pela necessidade imediata de mudanças na resposta à pandemia do novo coronavírus diante da inoperância por parte do Governo Federal, entidades do campo da Saúde organizadas na Frente pela Vida vão apresentar a parlamentares e à sociedade o Plano Nacional de Enfrentamento à Covid-19.

Adriano Massuda, ex-secretário de Saúde de Curitiba e professor da FGV, diz que nunca intervieram tanto na estrutura da pasta como agora, com a ocupação de cargos-chave por militares. “Nem o pior ministro da Saúde fez o que Exército está fazendo, desmontando a engrenagem do SUS”, afirma.

Em live promovida pela Federação Nacional dos Farmacêuticos, que debateu acesso a medicamentos como direito fundamental, diretora da OMS alertou que “não tem país que vai conseguir vacinar toda a sua população.

No Dia Internacional da Saúde da Mulher, celebrado no dia 28 de maio, a desigualdade de gênero e a luta pela garantia de direitos igualitários para as mulheres ainda são realidades latentes na sociedade brasileira, o que se agravou ainda mais diante do cenário de pandemia causada pela Covid-19.

“Estamos há dois meses sem perspectiva, essa é a verdade”, afirmou nesta terça-feira (19) o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli. A declaração foi feita durante a videoconferência realizada com presidentes de seis Centrais Sindicais onde, entre outros temas, se falou sobre desemprego, combate ao coronavírus e crise econômica. “O cenário do Brasil de hoje é de colapso”, reiterou Adilson Araújo, presidente da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) que esteve presente à reunião virtual.

A manifestação será realizada ao longo do dia 7 de maio e terá divulgação nos canais da SBPC no Facebook e no YouTube

ctbcntufndccnsubmcebesbaraoces

UA-480112034-1