Conselho participa de ato em defesa do SUS em Fortaleza

A luta em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) ganha espaço nas agendas dos Estados e Municípios. Nesta quinta-feira (03), parlamentares, conselheiros de saúde, gestores, trabalhadores e apoiadores da saúde pública realizaram ato na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

Presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Ronald Santos acredita que o momento exige a união de todos os brasileiros dispostos a defender a saúde pública e a ampliação dos debates é a única possibilidade de enfrentar e passar pela atual crise do país. “Estamos defendendo nada mais nada menos do que o cumprimento das conquistas dos brasileiros que estão sendo ameaçadas de rompimento. Precisamos construir uma ampla unidade popular e patriótica em defesa dos direitos que já foram adquiridos. Não permitiremos nenhum passo para trás”, afirma.

Para a conselheira nacional de saúde Heliana Hemetério, o SUS conquistou um grande avanço em seu reconhecimento perante a sociedade e não pode regredir nessa evolução. “Durante muito tempo, as classes populares acreditavam que ter plano de saúde era ascender socialmente. Nos últimos anos a adesão ao SUS cresceu consideravelmente. Não podemos permitir o retrocesso no sistema. Lutaremos para que essa valorização e defesa continuem, pois o SUS é um direito de todos e para todos”, destaca.

A realização do Ato Público em Defesa do SUS foi uma iniciativa do CNS e contou com o apoio da Assembleia Legislativa e do Conselho Estadual de Saúde do Ceará. O CNS continuará em parceria com os Conselhos Estaduais de Saúde para realização de Atos em Defesa do SUS em todo o país. A ideia é avançar nas diretrizes aprovadas pela 15ª Conferência Nacional de Saúde, realizada em dezembro de 2015.

Participaram do ato o senador Humberto Costa (PT-PE), o deputado federal Odorico Monteiro (PROS-CE), deputados estaduais do Ceará e Vereadores de Fortaleza.

Fonte: SUSConecta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.