MG: Convênio entre Sinfarmig e Qualicorp oferece opções de planos de saúde para farmacêuticos sindicalizados

Os profissionais que se filiarem ao Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais (Sinfarmig) poderão escolher entre os planos de saúde coletivos por adesão que oferecerem mais vantagens. Este é mais um dos benefícios que os farmacêuticos recebem ao se sindicalizarem.

Entre os planos oferecidos pela Qualicorp estão Amil, que é um dos pioneiros no setor de saúde no Brasil. O Plano possui ampla rede médica própria e credenciada, atendimento de qualidade. Os serviços especiais fazem da Amil uma das referências em assistência médica no país.

A One Health integra o Grupo Amil, mas opera de forma independente e conquistou um crescimento expressivo. Em 2011, com a aquisição da Lincx pelo Grupo Amil, a One ampliou sua carteira de clientes e consolidou-se ainda mais em seu segmento.

Outra opção é o SulAmérica um dos que possui maior credibilidade e expressão em seguros saúde no Brasil, com quase 120 anos de tradição. A seguradora oferece excelente rede médica e alternativa de planos com livre-escolha de prestadores médicos e reembolso.

Os planos são oferecidos para os farmacêuticos sindicalizados que desejam mais cuidado com a saúde com qualidade e economia. A comercialização dos planos respeita a área de abrangência das respectivas operadoras, e a disponibilidade dos produtos pode variar de acordo com a região e o contrato com a entidade.

Para saber mais e aproveitar todas as vantagens, ligue 0800 777 4004 ou se preferir, clique no site em Benefícios para simular os preços e conferir as vantagens.

Quem ainda não for filiado ao Sinfarmig e tenha interesse em sindicalizar para desfrutar dos benefícios pode acessar o site www.sinfarmig.org.br e preencher o formulário que está disponível no item Sindicalize-se.

Os farmacêuticos que sindicalizarem até o dia 20 de fevereiro de 2017 terão 10% de desconto no pagamento da anuidade. Como incentivo, o Sinfarmig decidiu manter para este ano o mesmo valor da contribuição cobrada em 2016.

Fonte: Sinfarmig

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *