PE: Audiência de Mediação com Sindhospe é adiada para 11/10

A Audiência de Mediação com o Sinfarpe, Sindicato dos Biomédicos (Sinbio-PE) e o Sindhospe, que deveria ter acontecido na manhã desta quinta-feira, 29, foi adiada para 11 de outubro. A suspensão foi feita pela procuradora do trabalho porque a advogada do sindicato patronal, Solange Bezerra, alegou não ter lido os autos e as reivindicações que seriam tratadas na reunião. Como o objetivo era se chegar a um consenso, a procuradora achou prudente conceder novo prazo para o patronato entender melhor a pauta e discuti-la com conhecimento de causa.

A Mediação é para negociar a Convenção Coletiva de Trabalho 2016-2017 dos farmacêuticos e biomédicos que atuam na rede hospitalar de Pernambuco. A representante do Sindhospe pediu ao Sinfarpe orientação sobre quais pontos os dois sindicatos representativos dos trabalhadores estão priorizando no documento. A presidente do Sinfarpe, Veridiana Ribeiro, esclareceu que seriam o reajuste salarial, no mínimo, de acordo com o INPC; a correção do texto sobre as 132h para que não haja “má interpretação” de plantões extras; o valor do auxílio creche; a retirada da questão da diferenciação dos níveis de acordo com número de profissionais de nível superior, ou seja, todos seriam nível 3, e a gratificação por títulos.

Porém, já de antemão a representante do patronato deixou claro que eles não dariam o índice total, que é de 9,82%, e questionou se a categoria aceitaria um reajuste de 8% e a correção do texto. O Sinfarpe comunicou que vai levar a proposta para a categoria decidir se aceita ou não, em assembleia. Mas salientou que os 8% deve ser aplicado sobre a correção do texto e as outras cláusulas revistas. Em relação ao reajuste, os dois sindicatos não abrem mão dos 9,82%.

Estiveram presentes na reunião, por parte do Sinfarpe, a presidente Veridiana Ribeiro, o diretor Rodrigo Sales, o advogado Leniro Silva e os farmacêuticos, Cássius Freitas e Leonardo Barros; pelo Sinbio-PE, a presidente Letícia Lima e o diretor de Negociações da entidade, Carlos Laranjeira. Representando o Sindhospe, a advogada Solange Bezerra, além do advogado André Carvalho, representando a Federação dos Hospitais (Fehospe).

Fonte: Sinfarpe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.