Sinfarpe pede explicação ao grupo Walmart sobre não cumprimento da CCT

O diretor de Relações Trabalhistas e Sindicais do grupo Walmart, Carlos Amaro, garantiu à presidente do Sindicato dos Farmacêuticos no Estado de Pernambuco (Sinfarpe), Veridiana Ribeiro, e ao assessor jurídico da entidade sindical, Josenildo Araújo, que a rede está cumprindo o que foi posto na Convenção Coletiva de Trabalho 2016/2017. Segundo ele, as denúncias de descumprimento levadas ao sindicato não procedem e garantiu que a empresa está respeitando todos os termos do documento.

Carlos Amaro se reuniu com Veridiana Ribeiro e Josenildo Araújo no dia 12 deste mês para prestar esclarecimentos acerca das denúncias sobre o não cumprimento da CCT. Além de garantir que os salários foram reajustados de acordo com a Convenção, ele informou que a empresa optou por pagar o retroativo em uma única parcela. Em relação ao Vale Alimentação, outra demanda levada pelos profissionais ao sindicato, ele explicou que realmente houve um atraso no repasse, mas tudo já foi resolvido.

Quanto ao pagamento das diferenças salariais aos farmacêuticos que se desligaram da rede no período de vigência da CCT 2016/2017, antes dela ser fechada e homologada, Veridiana Ribeiro quis saber como a empresa fará a restituição a estes profissionais. Amaro esclareceu que basta o farmacêutico procurar o seu gerente para as medidas cabíveis. Segundo ele, não haverá problema algum em pagar os valores devidos a estes profissionais e tudo será feito em curto prazo.

Em relação às denúncias de que a empresa estaria usando farmacêuticos nas funções de caixa, balconista e anunciante de produtos em frente das lojas, o representante da Walmart disse não ter conhecimento dos casos, mas garantiu que vai investigar e tomar as devidas providências. O Sinfarpe pede aos profissionais da rede que não estão sendo contemplados com a CCT, que procurem o sindicato para que este tome as medidas necessárias.

Fonte: Sinfarpe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.