Sinfar-SP define pauta de reivindicação para comércio varejista e atacadista

O Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de São Paulo realizou 26 assembleias em todo o estado de São Paulo, entre março e abril.

 

Nas assembleias, a categoria debateu inúmeros temas envolvendo a luta pela valorização profissional e melhora das condições de trabalho. Além da discussão contribuir para organizar a luta dos farmacêuticos e fortalecer o sindicato, também tem o objetivo de definir as propostas que constarão da pauta de negociação do Sinfar-SP com o sindicato patronal do comércio varejista e atacadista.

No dia 29 de abril, os farmacêuticos se reuniram na sede do Sindicato, na capital, para a realização da última assembleia, que definiu os pontos que compõem a pauta de reivindicação, protocolada no dia 2 de maio.

CONFIRA OS PRINCIPAIS PONTOS:

Cláusulas Econômicas

– Aumento salarial real de 5% + reajuste pelo INPC referente ao período acumulado de 1 de julho de 2015 a 30 de junho de 2016.

– Aumento do Piso Salarial para R$ 3.093,50.

– Adicional de Gerência de 40% em cima do salário normal.

Cláusulas Sociais

– Licença Maternidade de 180 dias.

– Licença paternidade de 20 dias.

– Vale-Refeição diário.

– Sala para atenção e atendimento farmacêutico, conforme a Lei 13.021/14.

Agora, a diretoria do sindicato vai iniciar o processo de negociação, lutando para que as reivindicações da categoria sejam atendidas.

Da redação com informações do Sinfar-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.