Sindifars assina 1º acordo coletivo de Trabalho com Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Após meses de negociação, que perpassou por mobilizações e atos de paralisação nos hospitais de Sapucaia e de Tramandaí, administrados pela Fundação Getúlio Vargas, em 09/08/19 o Sindifars assinou o 1º acordo coletivo de trabalho (ACT) com esse patronal.

 

 

Essa ACT trouxe reajuste salarial; adicional noturno de 50% (até o término da jornada); garante a homologação de contrato com a assistência do Sindifars; licença capacitação; licença maternidade e paternidade; consulta gestante, dentre outros.

A íntegra dos acordos estão disponíveis aqui.

Observa-se a previsão da taxa negocial, que é uma arrecadação que subsidia todo o processo da negociação em si, desde a assessoria jurídica aos deslocamentos, no valor correspondente a um dia de salário, após o reajuste. Aos farmacêuticos que efetuaram pagamento da guia social ou sindical 2019 estarão isentos deste desconto negocial. Tais inclusões de isenções é para valorizar os farmacêuticos e buscar subsidiar a atuação do Sindifars. Mas existe a previsão de carta de oposição ao desconto a ser enviada até dia 19/8 a ser encaminhado pelo correio com AR ou diretamente na sede do Sindifars. 

Fonte: Sindfars

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.