; Proposta estabelece piso salarial de R$ 6,5 mil para os farmacêuticos - Fenafar

Sidebar

1

Proposta estabelece piso salarial de R$ 6,5 mil para os farmacêuticos

Trabalho e Emprego

O Projeto de Lei 1559/21 estabelece piso salarial para o farmacêutico, devido aos profissionais legalmente habilitados e no exercício da profissão, no valor de R$ 6,5 mil mensais. O texto está em análise na Câmara dos Deputados.

Conforme a proposta, esse valor deverá ser corrigido pela inflação acumulada segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) entre março de 2021 e o mês imediatamente anterior à vigência da futura lei. Depois disso, o piso salarial será corrigido anualmente, também conforme a variação do INPC.

“A defesa de um piso salarial justo e adequado às funções do farmacêutico tem sido bandeira constante da categoria”, diz o autor, deputado André Abdon (PP-AP). “O objetivo é somar esforços para o sucesso dessa empreitada”, afirma.

O presidente da Fenafar, Ronald Ferreira dos Santos, destaca que a luta pela aprovação de um piso salarial para o farmacêutico é uma luta já antiga da Fenafar. "É preciso garantir um piso nacional, estabelecido em lei. Além de consagrar um direito, o piso dá mais força política para os sindicatos realizarem seus processos de negociação com o setor patronal e, principalmente, cria um obstáculo para a desvalorização profissional", disse Ronald.

Segundo o projeto, o valor do piso não se aplica aos órgãos da administração pública direta, indireta, autárquica e fundacional.

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Da redação com Agência Câmara de Notícias

UA-480112034-1