; Saúde - Fenafar

Sidebar

1

Ao longo da pandemia, mudanças de regras realizadas pelo Ministério da Saúde foram obstáculos para contagem de casos de Covid no Brasil, enquanto Bolsonaro e seus apoiadores reproduzem narrativa falsa de exagero nos números. Para especialistas, cenário é de subnotificação. 

O epidemiologista Pedro Hallal, ex-reitor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e coordenador da pesquisa Epicovid afirmou em reunião virtual do Conselho Nacional de Saúde (CNS), realizada em na quarta-feira (24/03) com vários especialistas em saúde, que 225 mil mortes por Covid-19 poderiam ter sido evitadas no Brasil caso a conduta do Estado tivesse sido diferente.

É de conhecimento de todos que a situação da pandemia da COVID19 se agrava no Brasil, a ponto de colapsar o sistema da saúde. Seja público seja privado, faltam leitos, equipamentos, medicamentos e pessoal para o atendimento.

Mais Artigos...

UA-480112034-1