; Saúde - Fenafar

Sidebar

1

O governo João Doria pretende apresentar à Assembleia Legislativa de São Paulo uma proposta de desestatização da Fundação para o Remédio Popular, em um pacote que inclui ainda a Oncocentro, responsável por exames e atendimento em mais de 540 unidades de saúde, e a Superintendência de Controle de Endemias. Se o setor privado não se interessar, a ideia é extinguir, fundir ou incorporar essas instituições a outros órgãos de governo. Só no ano passado, a Furp produziu quase 530 milhões de medicamentos para a rede pública.

As diretrizes, propostas e moções aprovadas pelos delegados e delegadas da 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª + 8), que foi realizada de 4 a 7 de agosto, em Brasília, foram publicadas na Resolução nº 617, do Conselho Nacional de Saúde (CNS), aprovada pelo colegiado na sexta-feira (23/08).

Mais Artigos...

UA-480112034-1