; Movimento Social - Fenafar

A reforma trabalhista (Lei 13.467/2017) pôs de ponta cabeça a legislação trabalhista brasileira. Tanto que já existem 14 Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs) no Supremo Tribunal Federal (STF) contestando a lei aprovada para satisfazer o mercado.

Uma agenda de resistência em defesa das políticas de saúde e do controle social vem sendo construída pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS), que vai participar do Fórum Social Mundial, marcado para ocorrer de 13 a 17 de março na capital baiana.

"A reunião teve como objetivo afinar nossas agendas para orientar nossas bases para a ameaça de votação da proposta que reforma a Previdência Social e acaba com a nosso direito à aposentadoria", externou o presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, ao final da reunião do Fórum das Centrais Sindicais.

Mais Artigos...

Artigos

UA-480112034-1