; Movimento Social - Fenafar

Sidebar

1

Na última sexta-feira, 22 de março, milhares de trabalhadores de norte a sul do país, sob sol e chuva, ocuparam as ruas das principais cidade do Brasil para dizer que não aceitam a proposta do governo de Reforma da Previdência, denunciando seu caráter autoritário e perverso.

A batalha em defesa da Previdência Social, contra a reforma proposta pela dupla Bolsonaro/Guedes, está esquentando e vai contar com manifestações em todo as regiões do país, com dezenas de capitais e municípios mobilizados na próxima sexta-feira, 22 de março.

As centrais sindicais estão ultimando os preparativos para o Dia Nacional de Luta e Paralisações contra a PEC 06/2019, que altera as regras da Previdência Social, dificultando ainda mais a vida da classe trabalhadora, e abre caminho à privatização do sistema com a instituição do regime de capitalização.

Mais Artigos...

UA-480112034-1