; Março das Mulheres: Confira programação de atos em todo o país - Fenafar

Sidebar

1

Março das Mulheres: Confira programação de atos em todo o país

Movimento Social

O 8 de março, Dia Internacional de Luta das Mulheres, é marcado neste ano por atos unificados em todo o país. As manifestações devem ser guiadas pela defesa de direitos em relação aos recentes ataques promovidos pelo governo de Jair Bolsonaro, como a Reforma da Previdência — que afeta, sobretudo, as mulheres camponesas. Além disso, devem pautar o aumento dos casos de feminicídio, o decreto n° 9.685, que altera as regras de posse de armas, a soberania nacional, defender a Reforma Agrária e relembrar e exigir resposta sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, que completará um ano no dia 14 do mesmo mês.

O legado da vereadora carioca será lembrado com o mote “Pela vida das mulheres, somos todas Marielle”, que também fará críticas à família Bolsonaro pela suspeita de envolvimento com milícias que Marielle buscava combater. Flávio Bolsonaro, filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, teve a mãe e esposa do ex-policial Adriano Magalhães da Nóbrega trabalhando em seu gabinete na Câmara dos Deputados. O ex-capitão do Bope está foragido e é procurado por suspeita de envolvimento no assassinato de Marielle e Anderson.

A expectativa é que 8 de março resgate o clima de unidade dos atos #Ele Não, liderados por mulheres no dia 29 de setembro, pelo caráter crítico às politicas e propostas de Jair Bolsonaro. Os protestos aconteceram todos os estados brasileiros, e são caracterizados como uma das maiores mobilizações espontâneas ocorridas no país.

Em Belo Horizonte (MG), um dos eixos deve ser também “O Lucro não Vale a Vida”, em relação ao crime ambiental, trabalhista e social protagonizado pela Vale com o rompimento da barragem na região do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG).

As mobilizações devem acontecer em 23 estados do país e no Distrito Federal. Confira abaixo a lista de atos do Dia Internacional de Luta das Mulheres:

Alagoas

Às 8h, na Orla Lagunar.

Amazonas

Praça da Saudade, 14h.

Bahia

Às 13h, na Praça da Sé, Salvador.

Ceará

A partir das 16h – Concentração na Praça da Justiça.

Distrito Federal

A partir das 16h – Rodoviária do Plano Piloto.

Espírito Santo

Às 15h – Defensoria Pública do estado do Espírito Santo, Vitória.

Goiás

Às 16h – Marcha da praça do bandeirante até a Praça universitária, Goiânia.

Mato Grosso do Sul

Às 15h30 – Praça Ary Coelho, Campo Grande.

Maranhão

Praça da Matriz, 8h, Santa Inês

São Luís, concentração na Praça Joãozinho Trinta, 15h. Percurso beira-mar até a praça dos catraieiros.

Minas Gerais

Às 17h – Praça Raul Soares, Belo Horizonte.

Pará

Às 9h – Mercado São Brás, Belém.

Paraná

Praça Santos Andrade, Curitiba – Ato às 12h com banquinhas e barracas, 16h ação da Rede Feminista de Saúde, 17h concentração, 18h Ato inicial, 18h30 saída em marcha.

Cascavel, Igreja da Matriz, 11h.

Castro, 17h.

Cornélio Procópio, Coreto, 18h.

Francisco Beltrão, Praça Central, 9h.

Guarapuava, Praça 9 de dezembro, 9h.

Guaratuba, Câmara Municipal, 11h.

Londrina, 17h.

Maringá, 17h.

Ponta Grossa, Parque Ambiental, 17h.

Paraíba

Praça Pedro Américo, em frente ao teatro Santa Rosa, 14h, João Pessoa.

Pernambuco

Recife, 14h – Praça do Derby.

Piauí

Praça da Liberdade, Teresina – 16h. Marcha até o espaço Salve Rainha.

Rio de Janeiro

Candelária, 18h.

Rio Grande do Norte

Às 15 horas – Caminhada pela Rio Branco – Praça dos 3 poderes em frente ao INSS, Natal.

Rio Grande do Sul

Às 18h – Largo Glênio Peres, Porto Alegre.

Roraima

Boa Vista, 9h – Praça dos Garimpeiros.

Santa Catarina

De 8h às 18h – Em frente ao Ticen, Florianópolis; 18h30 – Concentração e início da marcha.

São Paulo

Às 16h – MASP

Campinas, às 17h30, Largo do Rosário.

Às 16h, Estação da Cidadania, Avenida Ana Costa, 340, Baixada Santista.

Às 17h, Praça Treze de Maio, Ubatuba.

Sergipe

9h – Em frente a empresa Alma Viva, Aracaju

Fonte: Brasil de Fato
Publicado em 07/03/2019

UA-480112034-1