; Fenafar e Sindicato em ação - Fenafar

Sidebar

1

O uso do EPI é fundamental para garantir a saúde e a proteção do trabalhador, evitando consequências negativas em casos de acidentes de trabalho. Mas muito além disso, o EPI tem seu uso para garantir que o profissional não seja exposto a doenças ocupacionais, que podem comprometer a capacidade de trabalho e de vida dos profissionais durante e depois da fase ativa de trabalho.

O presidente do Sindicato dos Farmacêuticos de Mato Grosso (Sinfar-MT), Wille Calazans, protocolou ofício no Comando-Geral da Polícia Militar em busca de reforço nas rondas ostensivas em Cuiabá. No documento, o qual o HNT/HiperNotícias teve acesso, o presidente do Sinfar lembra do assalto ocorrido nesta segunda-feira (23), em Cuiabá, quando bandidos armados, um deles usando máscaras de proteção, roubaram uma farmácia.

A medida foi editada neste domingo (22) em edição extra do Diário Oficial da União autoriza suspensão do contrato de trabalho por até quatro meses. No período, o empregado deixa de trabalhar, assim como o empregador não pagará salário. Além de denunciar a MP 297/2020, Ronald também alerta para o papel do farmacêutico no combate à pandemia e a necessidade de se garantir segurança para o exercício da profissão farmacêutica neste momento. Assista!

Mais Artigos...

UA-480112034-1