; Sinfar-SP atua ao lado da Procuradoria Regional do Trabalho em investigação em caso contra as Drogarias Extra - Fenafar

Sidebar

1

Sinfar-SP atua ao lado da Procuradoria Regional do Trabalho em investigação em caso contra as Drogarias Extra

Fenafar e Sindicato em ação

O Sinfar-SP presta informações à Procuradoria Regional do Trabalho após denúncia de farmacêuticos das Drogarias da rede de Hipermercados Extra (Cia. Brasileira de Distribuição) sobre condutas da empresa. A Procuradoria investiga a denúncia de que a jornada de trabalho semanal ultrapassa o limite imposto pela Lei, de 44 horas, e ainda de que não há a remuneração das horas extraordinárias. O sindicato colabora com as investigações, apresentando a relação de processos ajuizados e em andamento contra a empresa pelo Sinfar-SP, entre outras informações.

O Sinfar-SP também denuncia o não cumprimento da NR 17, item 17.3.5 e a cláusula 54 da Convenção Coletiva de Trabalho, que prevê pausas regulares para farmacêuticos que exercem suas atividades em pé e a não remuneração de insalubridade, uma vez que a farmácia é enquadrada como estabelecimento de saúde sujeita à NR-32, por força da Lei 13.021/14.

Se você trabalha na Drogaria Extra, pode contribuir para o processo em andamento, ao relatar suas condições de trabalho e jornada exercida pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Os relatos devem conter nome completo e unidade em que trabalha. As informações serão mantidas em sigilo para preservar o trabalhador.

Fonte: Sinfar/SP
Publicado em 07/06/2016

UA-480112034-1