; Solidariedade ao povo Cubano e sua luta pela vida! - Fenafar

1

Solidariedade ao povo Cubano e sua luta pela vida!

Fenafar e Sindicato em ação

Fenafar divulga nota de solidariedade ao povo cubano, que mais uma vez sofre ataques com o objetivo de desistabilizar o governo do país. Leia abaixo na íntegra.

No momento em que as vacinas contra a Covid-19 desenvolvidas por Cuba têm suas eficácias comprovadas, mostrando o compromisso desse povo com a vida, mais uma vez os Estados Unidos e Israel, de forma isolada, usam seu poder de veto na Assembleia da ONU para manter o criminoso bloqueio econômico ao país. 

Cuba é uma das nações que mais pratica a solidariedade e a amizade entre os povos. Seu povo, que sofre com um bloqueio criminoso imposto pelos Estados Unidos há mais de 60 anos, desenvolveu um dos sistemas de saúde mais democráticos do mundo. Não democrático para a sua população apenas, ao contrário, a pequena ilha do mar do Caribe forma em suas faculdades profissionais de saúde de dezenas de países. Além de colocar seu sistema educacional e de saúde para preencher as lacunas de desigualdade pelo mundo, Cuba envia missões de médicos e médicas para garantir atendimento à saúde em situações de crises sanitárias ou de vazios de atendimento.

Durante a pandemia, missões de profissionais de saúde de Cuba prestaram atendimento aos pacientes vítimas de Covid-19 em vários países. No Brasil, o programa Mais Médicos, desfigurado pelos governos Temer e Bolsonaro, também recebeu centenas de profissionais oriundos de Cuba, para preencher vagas em comunidades desatendidas.

Agora, esse mesmo povo cubano vem enfrentando mais uma onda de ataques, estimuladas por uma cobertura jornalística que tenta liquidar a imagem de Cuba perante o mundo. Essa semana, jornais de todo o mundo divulgaram imagens de manifestações no país, distorcendo a realidade e tentando construir uma visão de que está em curso uma revolta no país contra o governo. São vídeos de protestos em Miami, vídeos de “influencers” anticastristas, cubanos auto-exilados se mobilizam no Twitter pedindo a derrubada do governo e vídeos de concentrações populares na ilha com bandeiras americanas misturadas às cubanas. Junte-se a isso a manipulação do vídeo da fala do Presidente Diaz-Canel, como se estivesse insuflando uma guerra civil, quando conclama o povo a defender a Revolução.

O povo cubano resiste há muitas décadas contra os mais variados ataques ideológicos, econômicos e políticos contra o seu país. Contem com a nossa solidariedade, na luta contra o bloqueio, pela autodeterminação dos povos, e pelo direito à saúde e vida!

Ronald Ferreira dos Santos
Presidente da Fenafar

Publicado em 15/07/2021

UA-480112034-1