; Fenafar pressiona parlamentares para pagar adicional insalubridade para farmacêuticos - Fenafar

Sidebar

1

Fenafar pressiona parlamentares para pagar adicional insalubridade para farmacêuticos

Fenafar e Sindicato em ação

A Federação Nacional dos Farmacêuticos encaminhou ofício ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e aos líderes dos partidos para pedir que sejam votados em caráter de urgência os Projetos de Leis 744/2020 e o PL 1351/2020. Ambos preveem o pagamento de adicional insalubridade aos profissionais de saúde durante a crise do Coronavírus. 

 O Projeto de Lei 744/2020, de autoria do deputado José Ricardo (PT/AM), dispõe sobre o pagamento de adicional insalubridade no valor de 40% a todo o trabalhador de saúde que esteja vinculado ao atendimento de pacientes infectados pelo Covid-19. O Projeto de Lei 1351/2020, do deputado Hélio Leite (DEM/PA) prevê a percepção de adicional de insalubridade em grau máximo, previsto no art.192 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), para categorias que especifica [entre elas os farmacêuticos], durante o estado de calamidade pública provocado pela pandemia do Coronavírus (COVID-19).

Ambos projetos aguardam o despacho do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

No ofício, a Fenafar destaca que os farmacêuticos estão "presentes, no setor público como no privado, nas áreas da pesquisa, da vigilância em saúde, na indústria, no laboratório, no hospital, na distribuidora, na farmácia. A profissão farmacêutica é uma das profissões da saúde com importante participação em diversos setores vitais para o combate da COVID-19. Todas as atividades consideradas de responsabilidade do farmacêutico garantem o direito do usuário a assistência integral preconizada na Lei nº 8080/1990, a lei orgânica do SUS e integram o sistema de saúde do país, o SUS, devendo obedecer a seus princípios e diretrizes. Este ano, diante da grave crise sanitária, em que o mundo e o Brasil vivem, provavelmente, a maior pandemia de sua história, os farmacêuticos e farmacêuticas estão inseridos nos serviços essenciais de saúde e atuando no cuidado à população, juntamente aos demais profissionais da saúde, expostos a agentes nocivos à saúde, acima dos limites de tolerância fixados da natureza e da intensidade do agente e por tempo de exposição aos seus efeitos". 

Esses argumentos apenas explicitam a importância de que os profissionais de saúde, entre os quais os farmacêuticos e farmacêuticas, tenham seus direitos garantidos para inclusive poderem continuar exercendo o seu trabalho de cuidado para com as pessoas e enfrentamento ao Covid-19.

“Neste momento de crise sanitária, que impõe o isolamento social para a proteção da sociedade, os únicos instrumentos de pressão que temos junto aos parlamentares são através das redes sociais e do envio de e-mails. A Fenafar é uma entidade que está sempre presente no Congresso Nacional, dialogando com deputados e senadores a respeito de projetos de lei que impactam no exercício da profissão farmacêutica. Agora, não podemos deixar de nos mobilizar. Ao contrário. Temos que intensificar nossa mobilização digital. Por isso, solicitamos aos colegas farmacêuticos de todo o Brasil que integrem essa corrente de pressão junto aos deputados para que estes projetos de máxima importância para os profissionais de saúde, e para os farmacêuticos, sejam votados e aprovados com urgência”, ressalta o presidente da Fenafar, Ronald Ferreira dos Santos.

Segue, abaixo, a lista com os contatos dos parlamentares.

PRESIDENTE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS - RODRIGO MAIA
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ARTHUR CÉSAR PEREIRA DE LIRA
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ENIO JOSÉ VERRI
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

JOICE CRISTINA HASSELMANN
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

CARLOS HENRIQUE FOCESI SAMPAIO
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

JOHNATHAN PEREIRA DE JESUS
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ALESSANDRO LUCCIOLA MOLON
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WOLNEY QUEIROZ MACIEL
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

LEONARDO BARRETO DE MORAES
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

FERNANDA MELCHIONNA E SILVA
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ANDRÉ FERREIRA RODRIGUES
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ARNALDO CALIL PEREIRA JARDIM
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

MARIA PERPÉTUA DE ALMEIDA
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

PAULO GUSTAVO GANIME ALVES TEIXEIRA
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

FREDERICO BORGES DA COSTA
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ENRICO VAN BLARCUM DE GRAAFF MISASI
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

JOENIA BATISTA DE CARVALHO
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Da redação
Publicado em 16/04/2020

UA-480112034-1