; Sindifars participa de evento sobre Reforma Sanitária e defende o SUS - Fenafar

Sidebar

1

Sindifars participa de evento sobre Reforma Sanitária e defende o SUS

Fenafar e Sindicato em ação

No último dia 30 de agosto, a diretora do Sindifars, Célia Chaves, participou do seminário “A Reforma Sanitária, 30 anos: como anda a saúde da nossa democracia?”.

Célia relatou um pouco de sua vivência durante os anos 70 e 80 e sua participação no movimento da reforma sanitária, que segundo ela, iniciou ainda no movimento estudantil contestando a formação dos profissionais de saúde para atender os interesses do mercado e não as necessidades  de saúde da população. Passando pela participação em eventos como a Semana de Estudos sobre Saúde Comunitária (Sesac) e em entidades como o Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes), nos anos 70. Bem como, na organização do Seminário Nacional que, reunindo diversas lideranças de saúde do Brasil, formulou propostas para o programa de governo de Tancredo Neves em 1984, culminando com a participação como delegada na 8ª Conferência Nacional de Saúde, em 1986.

Tendo participado das demais edições das conferências, inclusive a última a 16ª, também chamada de 8ª+8, por suas semelhanças com a 8ª CNS, Célia comentou que a diferença entre as duas é que a 8ª tinha sido a conferência dos ganhos, das conquistas, dos avanços enquanto a 16ª precisou  ser a conferência da resistência para não haver perdas, para garantir as conquistas e não permitir retrocessos.

Respondendo à pergunta do  título do evento, “como anda a saúde de nossa democracia?” a diretora do Sindifars disse que como farmacêutica não faria um diagnóstico da saúde da democracia mas que, caso necessário, tinha o remédio, que poderia ser um medicamento ou outra terapia, e que este remédio se chama Unidade. "Unidade daqueles que defendem o Sistema Único de Saúde, que defendem a democracia, que defendem os interesses da população brasileira", afirmou a diretora.

Fonte: Sindifars
Publicado em 16/09/2019

UA-480112034-1