; Dia 28/02 é dia de cuidar do sindicato. Recolha a sua contribuição sindical! - Fenafar

Dia 28/02 é dia de cuidar do sindicato. Recolha a sua contribuição sindical!

Fenafar e Sindicato em ação

Dia 28 é dia de recolher a contribuição sindical dos profissionais liberais. É dia de Cuidar de quem Cuida, neste caso o sindicato. O sindicato é a organização que cuida da categoria, que luta pelos seus direitos, pela sua valorização profissional. Vamos lembrar algumas conquistas que a atuação do sindicato obteve nos últimos anos.

É o sindicato que, todo ano, se mobiliza para negociar, com os representantes das empresas privadas ou do setor público, o piso salarial para a sua área de atuação: varejo, análises clínicas, hospitais, indústria e outras. Nas negociações, ele luta para incluir cláusulas que garantam o respeito ao trabalho decente, segundo normas da Organização Internacional do Trabalho (OIT), pela manutenção e ampliação de direitos como auxílio-creche, regime de plantões, hora-extra etc.

Os sindicatos dos farmacêuticos de norte a sul do país são exemplos de como é fundamental termos uma representação forte da categoria para enfrentar os ataques aos direitos dos farmacêuticos.

Para ilustrar, selecionamos alguns exemplos de conquistas obtidas pelas categorias, nos dois últimos anos, que sem o trabalho e a dedicação do sindicato não teriam sido possível. O recorte de 2016 para cá foi escolhido porque ele representa o período de forte crise econômica e política no país e, justamente, de ataque à própria organização dos trabalhadores.

Foi neste período, que por exemplo, o Sindicato dos Farmacêuticos do Espírito Santo (Sinfes) assinou Convenção Coletiva de Trabalho com o Sincades para o setor do Comércio Atacadista no período 2016/2017. Nesta CCT, o sindicato conquistou um reajuste de 12,86% para o piso da categoria, acima da inflação que ficou em 9,9% para o período.

Segundo o Dieese, em 2018, mais de 40% dos sindicatos brasileiros não conseguiram finalizar o processo de negociação salarial, já fruto da Reforma Trabalhista no páis.

Em um ano difícil para as negociações, o Sindicato dos Farmacêuticos de Pernambuco (Sinfarpe) fechou a CCT 2017/2018 garantindo um reajuste de 5% para os farmacêuticos do comércio atacadista do estado, aumento acima do INPC do período (3,95%). O percentual incidirá sobre todas as cláusulas de repercussão financeira, exceto o vale alimentação que passou de R$ 22,00 para R$ 25,00, uma diferença maior que os 5%.

Em Sergipe também houve aumento real para a categoria no ano de 2018. A negociação entre o Sindicato dos Farmacêuticos de Sergipe e o Sindicato patronal de farmácias e drogarias garantiu à categoria aumento real de 2% sobre o salário. Com isso, o salário base da categoria para uma jornada de 40 horas ficou em R$ 3.169,48. 

Além dos reajustes conquistados, outros itens foram incluídos em negociações realizadas pelos sindicatos nos Estados. Por exemplo na Paraíba, onde o Sinfep conseguiu incluir uma cláusula definindo a obrigatoriedade da rescisão contratual ser intermediada pelo Sindicato, mesmo no contexto da Reforma Trabalhista.

Acompanhe no site da Fenafar, mais matérias relembrando importantes conquistas obtidas pela atuação do seu sindicato. E, neste dia 28, você farmacêutico profissional liberal, não deixe de recolher a sua contribuição sindical, ela é fundamental para garantir que o sindicato continue cuidando de você.

Da redação
19/02/2019

Artigos

UA-480112034-1