; Fenafar e Sindicatos repudiam manifestações de ataque à categoria farmacêutica feitas pelo Senador Guaracy Silveira - Fenafar

Fenafar e Sindicatos repudiam manifestações de ataque à categoria farmacêutica feitas pelo Senador Guaracy Silveira

Fenafar e Sindicato em ação

A Fenafar e seus sindicatos filiados repudiam a manifestação do Senador Guaracy Silveira, do PSL de Tocantins, que ataca os diversos âmbitos profissionais da área da saúde e as distintas responsabilidades de médicos, farmacêuticos, enfermeiros e outros.

Com total desconhecimento, ou por má fé, o senador afirma que a responsabilidade da prescrição do medicamento pelo médico e de sua correta dispensação e orientação para o uso racional pelo farmacêutico nas farmácias é coorporativismo. O senador postula que seria desnecessário consulta médica para prescrever um “antibiótico que custa 15 reais”, como se o preço do medicamento fosse o fator que determina o livre acesso da população a insumos que sem o uso correto podem levar a intoxicações e até mesmo à morte.

Ele afirma que a existência do farmacêutico na farmácia encarece o medicamento e afirma que os farmacêuticos são meros vendedores, numa manifestação desrespeitosa contra nossa categoria profissional.

O senador ignora o acúmulo de conhecimento científico que trouxe especializações fundamentais, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da sociedade, desconsidera o avanço e aprimoramento dos saberes que têm trazido resultados auspiciosos a tratamentos, a partir da atuação de médicos e farmacêuticos.

Repudiamos veementemente as afirmações do senador e nós, farmacêuticos e farmacêuticas, nos manteremos firmes na defesa de uma robusta política de Assistência Farmacêutica para o Brasil, na valorização do profissional farmacêutico e de sua presença em tempo integral em estabelecimentos de saúde que tenham dispensação de medicamentos.

Aproveitamos para conclamar a classe política e toda sociedade à participarem das discussões em torno da 16ª Conferência Nacional de Saúde, momento ímpar de debate e formação sobre o papel dos vários profissionais de saúde e de defesa do SUS.

São Paulo, 23/01/2019
Federação Nacional dos Farmacêuticos

Artigos

UA-480112034-1