; Conferências Nacionais e campanhas estão na agenda da Fenafar em 2017 - Fenafar

1

Conferências Nacionais e campanhas estão na agenda da Fenafar em 2017

Fenafar e Sindicato em ação

 No domingo (28), último dia de reunião do Conselho de Representantes da Federação Nacional dos Farmacêuticos (Fenafar), foi feito o relato do andamento dos grupos de trabalho da federação, bem como os informes da atuação dos representantes da Fenafar em diferentes instituições.

 

Pelo Comitê para o Uso Racional de Medicamentos, Célia Chaves apresentou a Campanha contra automedicação, desenvolvida pela Fenafar e pela Escola Nacional dos Farmacêuticos. O diretor e Rilke Novato também compõe o comitê.

Conselho Nacional de Saúde

Foram dados informe sobre a atuação da federação no Conselho Nacional de Saúde, presidido pelo também presidente da Fenafar, Ronald dos Santos, bem como em suas comissões. Ronaldo apresentou o projeto Conselho Presente, inspirado no Fenafar Presente. Ao relatar a atuação junto à Comissão Intersetorial de Vigilância em Saúde (CIVS), Rilke Novato falou sobre a I Conferência Nacional sobre o tema, que será realizada entre os dias 21 e 24 de novembro de 2017, em Brasília.

Já a diretora Soraya Amorim, que integra a Comissão Intersetorial de Saúde da Mulher (CISMU), informou sobre a 2ª Conferências Nacional de Saúde das Mulheres, prevista para o segundo semestre deste ano, e apresentou o calendário das conferências estaduais, que ocorrerão nos meses de junho e julho. Soraya valorizou, ainda, o fato de ter sido realizada a 1ª Conferência Livre de Comunicação em Saúde neste ano.

Ronald e Débora

Deram informes sobre a atuação da Fenafar, ainda, os integrantes das seguintes comissões do CNS: Isabela Sobrinho, da Comissão Intersetorial de Ciência, Tecnologia e Assistência Farmacêutica (CICTAF); Fabio Basílio, da Comissão Intersetorial de Orçamento e Financiamento (COFIN); Lavinia Maia, da Comissão Intersetorial de Promoção, Proteção e Práticas Integrativas e

Complementares em Saúde (CIPPSPICS); Eliane Simões, da Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (CISTT); e Célia Chaves, da Comissão Intersetorial de Educação Permanente para o Controle Social do SUS (CIEPCSS).

Outros espaços

Veridiana e DéboraMaruza Carlesso falou sobre a atuação no Fórum Permanente do Mercosul, bem como sobre a Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), cuja vice-presidência é ocupada pela diretora da Fenafar Gilda Almeida. Houve informes também do Ulisses Nogueira, sobre o Comitê de Negociação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), do Fabio Basílio, sobre a Comissão Parlamentar do Fórum de Entidades Farmacêuticas, da Veridiana Ribeiro, relativo à Mesa Nacional de Negociação Permanente do Sistema Único de Saúde (MNNP-SUS) e, a respeito do Fórum das Entidades Nacionais dos Trabalhadores da Área da Saúde (Fentas), falaram Debora Melecchi, Ronald dos Santos e Fabio Basílio. Débora apresentou a campanha de sindicalização da Fenafar.

LavíniaMoções

Por fim, foram debatidas e aprovadas as seguintes moções:

  • Moção de Repúdio contra os Deputados Federais de que votaram a favor da Reforma Trabalhista de Temer e das Terceirizações
  • Moção de Repúdio contra a Proposta de Reforma da Previdência do Governo Temer
  • Moção de Repúdio a assassinatos de trabalhadores rurais, agressões a lideranças indígenas e a Manifestantes da Marcha à Brasília
  • Moção de Repúdio ao Fechamento do Programa Farmácia Popular
  • Moção de Repúdio ao Fechamento de Farmácias de UBS da cidade de São PauloMoção de Apoio ao Movimento #DiretasJá

 

Da redação
Publicada em 01 de junho de 2017

UA-480112034-1