; Sinfarmig solicita prefeitura de Catas Altas da Noruega correção de Salário dos Farmacêuticos - Fenafar

1

Sinfarmig solicita prefeitura de Catas Altas da Noruega correção de Salário dos Farmacêuticos

Fenafar e Sindicato em ação

Em resposta a denúncias de profissionais, o Sinfarmig enviou ofício à Prefeitura de Catas Altas da Noruega nesta sexta-feira, 22 de julho, solicitando providências no sentido de retificação no Edital 01/2016, alterando o valor oferecido de R$ 1300,00 para, no mínimo, R$ 3.747,49 previsto para uma jornada de 40 horas semanais, de modo que o farmacêutico aprovado nesse concurso tenha condições mínimas e dignas para desempenhar suas atividades.

 

O pagamento do salário do farmacêutico pelo setor público abaixo do piso estabelecido pelas entidades sindicais ainda é uma prática freqüente tendo em vista que não há uma normatização estadual ou nacional sobre o assunto.

Por se tratarem de farmácias cujo empregador é o município, o salário do profissional farmacêutico, seja por concurso ou contrato, seguirá a legislação ou determinação municipal. Dessa forma, os gestores precisam ser convencidos a seguir o piso salarial negociado pelo Sinfarmig.

“Enviamos um comunicado ao Prefeito demonstrando perplexidade e indignação, explicando que o salário proposto não condiz minimamente com as responsabilidades e seriedade das atividades do farmacêutico. O profissional é responsável pela estratégia terapêutica mais importante e recorrente em todos os serviços de saúde públicos locais que é a terapêutica medicamentosa”, explicou a diretora do Sinfarmig, Júnia Lélis.

No ofício, o Sindicato orientou a Administração Municipal para caso não tenha uma referência sobre remuneração para a função de farmacêutico utilize o piso salarial R$ 3.747,49 estabelecido para o setor privado em negociação com o comércio varejista esse ano.

O Sinfarmig aguarda providências da Prefeitura de Catas Altas da Noruega para a demanda dos farmacêuticos.

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

UA-480112034-1