; PE: Sindicato aprova em assembleia proposta de CCT para setor Hospitalar e Comércio - Fenafar

PE: Sindicato aprova em assembleia proposta de CCT para setor Hospitalar e Comércio

Fenafar e Sindicato em ação

O Sindicato dos Farmacêuticos de Pernambuco realizou duas assembleias com a categoria para discutir a proposta de Convenção Coletiva de Trabalho para o segmento hospitalar e comércio varejista.

Reunidos em Assembleia Geral Extraordinária, no dia 26 de março, farmacêuticos e biomédicos de Pernambuco aprovaram por unanimidade a minuta da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), do segmento Hospitalar. A redação propõe validade bienal (2018/2020) e reajuste salarial de 3% (acima do INPC do período – 1,81%), com repercussão sobre todas as cláusulas financeiras, incluindo o vale alimentação. O documento foi amplamente discutido e elaborado com a contribuição dos presentes.

A assembleia foi conduzida pela presidente do Sindicato dos Farmacêuticos no Estado de Pernambuco (Sinfarpe), Veridiana Ribeiro, com apoio do presidente do Sindicato dos Biomédicos do Estado (Sinbio), André Silva, que representam as duas categorias beneficiadas pela referida Convenção.

O sindicato patronal deve analisar as propostas e posteriormente marcar reunião com as duas entidades sindicais dos trabalhadores para discutir as reivindicações. O Sinfarpe espera que o processo não seja prejudicado pelo fato de o Sindhospe estar passando por problemas internos, o que travou a homologação da CCT 2017/2018 das duas categorias, e que as negociações da nova Convenção ocorram o mais rápido possível.

Já, a minuta referente à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) para os farmacêuticos do segmento Farmácias e Drogarias de Pernambuco, com proposta para o biênio 2018/2020, foi aprovada pela categoria em Assembleia Geral Extraordinária, realizada no dia 19.

Na minuta, além de propor a validade da CCT por dois anos, o sindicato está pedindo 3% de reajuste (acima do INPC do período, que foi de 1,81%), com repercussão sobre todas as cláusulas financeiras; aumento no valor do vale alimentação; pagamentos de plantões para domingos e feriados, seguindo o exemplo da Rede Pague Menos; entre outras reivindicações.

Os documentos estão sendo formatados pelo Jurídico do Sinfarpe e serão encaminhados em breve para o Sindhospe e Sincofarma. Os sindicatos patronais devem realizar assembleias para analisar as propostas e agendar a primeira rodada de negociação com o Sinfarpe para apresentar a contraposta.  

Da redação com Sinfarpe
Publicado em 03/04/2018

Artigos

UA-480112034-1