; Sindifars participa de audiência sobre concursados aprovados na SESRS que estão sem garantia de nomeação - Fenafar

Sindifars participa de audiência sobre concursados aprovados na SESRS que estão sem garantia de nomeação

Fenafar e Sindicato em ação

Na última quarta-feira, 21 de fevereiro, o diretor do Sindifars, Masurquede Coimbra, participou de audiência [foto] que discutiu situação dos concursados aprovados na Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul (SESRS), mas que estão sem garantia de nomeação.

Também estiveram presentes diversos deputados, uma representação dos aprovados, Defensoria Pública, Conselho Estadual de Saúde (CES-RS), outros conselhos e sindicatos profissionais. A SESRS não se fez presente.

Além das diversas manifestações dos deputados contra o governo e secretário de saúde, houve uma manifestação da Defensoria Pública que foi procurada pelos aprovados informando sobre a existência de jurisprudência que diz que os mesmos devem ser nomeados e também devido ao Direito Subjetivo a Nomeação.

A Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, que se reúne todas as quartas-feiras, irá fazer manifestação de apoio para a nomeação, em todas as suas sessões, até o dia 18 de março, quando vence a prorrogação do concurso.

Uma Comissão de aprovados e alguns deputados foram até a Casa Civil e entregaram uma carta ao Deputado Fábio de Oliveira Branco, Secretário da Casa Civil, que manifestou que o Estado irá chamar mais alguns aprovados, mas sem dizer o número, porém somente caso ocorra aprovação do Regime Fiscal para o RS em Brasília.

O Secretário Branco informou que o Governo deverá fazer uma manifestação como Carta ou Entrevista Coletiva sobre a nomeação dos concursados para a sociedade gaúcha antes do vencimento.

O Sindifars se coloca à disposição dos colegas farmacêuticos que aguardam essa nomeação, através de atendimento jurídico, que pode ser agendado pelo telefone (51) 3333.4584. Informamos também que estaremos, junto com demais entidades, tomando providências cabíveis que visam a garantia da nomeação dos concursados.

Fonte: Sindfars
Publicado em 27/02/2018

Artigos

UA-480112034-1